quarta-feira, 23 de dezembro de 2009

RECORDAR

Faz tanto tempo.... Hoje dei por mim a reler tudo aqui que escrevemos, fotos que trazem recordações boas, momentos que serão sempre momentos nossos, tempos que não voltam mais... Soube tão bem recordar, fez-me rir de momentos que ja nem recordava a algum tempo... é bom muito bom! Obrigado por tudo...e sabes q apesar de tudo e acima de tudo, eu gosto muito de ti... e q cm alguem disse, entre nós haverá sempre um carinho muito especial. Mesmo q as nossas vidas sejam vividas de formas diferentes... Um bom NATAL... Beijooooooo

sexta-feira, 17 de abril de 2009

As amizades verdadeiras nunca se perdem....

Em amizades fortes, capazes de durar a vida toda, existem coisas importantes, outras que temos de deixar para trás das costas. Existe o respeito pelo espaço da outra parte e a compreensão pelas mudanças que surgem ao longo da vida…

À uns tempos atrás, lembro-me de te achar distante, já não ligavas, já não mostravas a tua alegria no reencontro. Disseste-me qualquer coisa como “ ando a precisar do meu espaço, não me apetece procurar as pessoas”. Pensei, conheço este sentimento, vou respeita-lo, não vou exigir que ela seja a mesma porque não tem forças, porque não lhe apetece ou pura e simplesmente porque mudou! Vou respeitar.

Não desisti na altura, nem vou desistir nunca. Tentei deixar-te sozinha contigo mesma para que te reencontrasses e rejuvenescesses. Mas a necessidade de estar sozinha transferiu-se para mim mesma e neste momento preciso do meu silêncio, como se apreciasse mais o silêncio das minhas quatro paredes do que a azáfama das ruas, as risotas, o fumo condensado dos bares e os rostos do dia-a-dia. Esta é a minha grande mudança, não vou esconder, não gosto dela e espero que seja uma fase, mas a realidade é que, em vez de recarregar as minhas forças e os meus sorrisos no centro do barulho, ruas, cafés e gentes, estou a usufruir do meu canto, do som relaxante das ondas do mar que ecoam entre as paredes escuras do meu quarto encontrando-me com a minha alma no meio deste silêncio.

 Se dizes que mudei por isto, sim mudei, não creio que isto tenha mudado a minha essência nem a minha forma de ver o mundo, apenas a minha forma de o viver, temporariamente. Se pensas também, que isto mudou algum sentimento da nossa amizade, não, não mudou, nem um pouco. Como já disse penso que seja apenas uma fase que eu esperei que compreendesses e soubesses esperar por mim.

 Já tomaste as tuas decisões, segues em frente, destemida e convicta, nunca poderei lutar contra isso, mas posso dizer-te, talvez pela primeira e talvez pela ultima vez que todos os sentimentos continuam intactos e presentes, agora e para sempre. Nunca combaterei contra isso e nunca seguirei em frente de costas voltadas.

 Mas a vida muda, a minha mudou, deixei de estar sozinha, o meu coração encontrou alguém que ama e que o faz feliz. Essa pessoa inevitavelmente tornou-se a prioridade, não que a amizade seja menos importante, muito menos que tenha ficado para trás, mas agora o meu coração encontrou o seu caminho e será a outra pessoa que vai partilhar com ele cada minuto da sua vida. Correndo riscos, está certo, mas esse é o segredo do amor, quando ele surge torna-se o mais importante. Para mim, tudo isto é normal e se fosse ao contrario não tenho a mínima duvida que eu compreenderia isso sem julgar, não vou dizer sem dor, porque dói sempre vermos o caminho a mudar, as pessoas que amamos a tomar decisões que as afastam de nós, mas isso faz parte de vida e tu sabes que já passei por essa dor com o exemplo da amiga V. . Mas tive de a deixar seguir o coração, tomar as suas próprias decisões, concordando ou não com elas, mas nunca, em momento algum eu desisti da amizade dela, porque nós somos mais fortes e como sabes esta amizade resistiu a tudo, obvio que não mantenho a mesma intimidade, mas não posso exigir mais, desde que ela esteja lá, nem que seja de vez em quando é o que importa. É assim que eu penso e é assim que esperei que pensasses.

 Também saí magoada e frustrada, mas como nos disse o amigo L. (Ferrão) “não podemos esperar dos outros as mesmas reacções que nós tomaríamos porque cada um tem a sua forma de pensar e de ver as coisas. (O exemplo da amiga V. foi um pouco exagerado porque tu sabes que eu não tenciono fazer a mesma vida que ela.)

 Magoava-me também que mesmo fazendo um esforço para manter as coisas equilibradas era acusada de ter mudado, de estar diferente e inevitavelmente tu não facilitavas as coisas com estes comentários.

 Se mudei? É claro que mudei. Se mudaste? Sim, tu também mudaste. Se me ouviste alguma vez atirar-te isto a cara? Não. E porque? Porque toda a gente muda, todos nós evoluímos, todos nós crescemos, todos nós mudamos de vida, não é por isso que mudamos a nossa essência nem o que sentimos pelas pessoas que nos são mais queridas. Mais concretamente, tu sabes as mudanças porque tens passado ultimamente, tu própria disseste: “Estou mais triste”; “já não sou a mesma M. (Furacão); “antes tinha sempre tanta energia”. E eu acusei-te?! Julguei-te?! Desisti da nossa amizade?! Também não gostei das tuas mudanças, também me magoaram, mas tive de as aceitar, porque é normal, faz parte do rio por onde navegamos, a corrente é mais forte…

 Sei que cometi os meus erros e um deles foi sem duvida afastar-me, deixar de te procurar e também me culpo bastante por não te ter apoiado naqueles tempo que tu sabes. Sei cada erro que cometi e tenho consciência deles, mas também sei o que me levou a faze-los e, no fundo, também acredito que tenhas consciência disso. Como tu dizes, “directa ao assunto”, no futuro com outras amizades, outras situações, outros exemplos. Espero que tires partido dos nossos erros para que situações semelhantes não tornem a acontecer. O que te magoou, cabe-te a ti interpretar à tua maneira. O que me magoou a mim está escrito aqui, mas vou resumir, magoa-me a tua falta de compreensão para  a minha falta de tempo, magoa-me a tua falta de compreensão para as minhas mudanças, as minhas e as da vida! Talvez outras coisas também me tenham magoado mas estas magoam mais.

 Agora despedindo-me de ti, acredito numa solução com duas opções. a primeira é que isto sirva de aprendizagem para ambas e que fortifique a nossa amizade. A segunda é que sendo este o nosso ponto final, como tu pareces querer, que pelo menos tenha servido (e esta é a derradeira solução), que ambas, juntas, ou não, tentemos fugir de erros como este e no futuro pelo menos, já sabemos o que não queremos fazer e o que não queremos que aconteça.

 Agora relembro, de facto estou a precisar do meu canto e do meu silencio mas nunca me passou pela cabeça afastar-te da minha vida… 

*Oceano*

terça-feira, 14 de abril de 2009

Amizades perdidas, a de uma em particular…

Que sensação estranha que senti... Esta amizade começou como muitas outras... Sempre fomos muito diferentes, mas isso não era importante. Soubemos conjugar as diferenças e torna-las em igualdades... Soubemos aceitar-nos uma à outra. Passamos uma fase importante das nossas vidas juntas, a adolescência, aquela altura em que tudo é de extremos. Recordo-me de óptimos momentos... Passamos e partilhamos momentos bons e maus das nossas vidas. Mas como quase tudo na vida, um dia rompem-se os laços... Mudaste... Cheguei à conclusão que já não sou tão importante para ti, como tu eras para mim... Uma relação, qualquer que seja ela, deverá haver investimento das duas partes. O que não aconteceu nestes últimos tempos. Dei-te oportunidades para não me fazeres desistir de todo, talvez mais do que devia, mas pensei que em algumas delas, tu olhasses para mim e pensasses que era a última. Cansei-me! Talvez todos nós passaremos por isto... A nossa amizade tornou-se cada vez mais distante, difusa. Talvez o teu afastamento não fosse intencional... Talvez quisesses seguir um rumo diferente mas, tudo isto acabou por interferir entre nós... Custou tanto, não poderei dizer que não pois estaria a mentir, quem me conhece bem sabe como eu sou. Ficas-te pelo caminho, ou melhor, tu já me estavas a deixar aos poucos, talvez eu não me apercebesse! Cheguei a um determinado momento que resolvi não me preocupar mais, sem mais nenhum mas… Fiquei mal, confesso, mas há dores que não podemos evitar... e talvez tenha sido mais forte, mas sou mais apologista de “directo ao assunto”, do que andar “entre linhas”... Sim é esta a sensação estranha, que não imaginava vir a ter... És uma amizade que fez ferida, levou tempo, mas irá sarar e restará a cicatriz... Já fiz o que podia, não me restam mais forças para lutar. “Por vezes perdemos as pessoas que mais gostamos mas há que saber viver com esse facto” Não me restam palavras... Niki*

domingo, 22 de fevereiro de 2009

2007

Porque juntas perdemos o controle, não há limites, não há regras, não razão nem diferenças, somos só nós e nós fazemos a festa...
Diguemos que este dia foi qualquer coisa, ultrapassamos todas as barreiras, fomos crianças, fomos estéricas, fomos nós e fizemos tudo à nossa maneira... 
O importante é relembrar os sorrisos, as risadas, as histórias e nunca esquecermos quem somos! 
Um beijinho enorme e cheinho de saudades *** Tisse ***

domingo, 15 de fevereiro de 2009

terça-feira, 10 de fevereiro de 2009

Bom Dia...

Que o dia de hoje esteja trazendo o novo, a mudança e o grande vôo!

Que o AGORA seja vibrante em nossos corações sem projecções futuras, sem memórias passadas. Vamos experimentar o abandono dos pesos, vamos tentar ser como o pássaro que canta lá fora nesse exacto momento, ser como a árvore que faz a sombra amena, como o Sol que reflecte vida a cada segundo. Sintonizar o nosso EU nesse instante que está chegando, porque ele revela a única existência verdadeira e respira cheio de possibilidades reais. O instante de AGORA trás nele a mais pura semente geminável, aquela que é capaz de transformar todos os nossos conceitos condicionados. Sentir o contacto, o toque suave desse dia, fechar nossos olhos e tentar absorver o AGORA entendendo-o como o grande presente da energia, percebendo a grandiosidade que nos é oferecida quando abrimos realmente os braços para recebe-lo sem tensões, sem as interferências da mente, sem os pensamentos que o anulam. Recebê-lo com as portas do coração abertas e renascer, mergulhar, conhecer a consciência de SER na exuberância desse instante como borboletas que seguem em direcção à Luz, que cada um de nós saiba abandonar os antigos casulos e voe em direcção ao brilho da vida que está começando AGORA!

E esta era a resposta a tua mensagem de bom dia!

quinta-feira, 5 de fevereiro de 2009

Quano eu me for...

Quando eu me for por umas horas... Sentirás a minha ausência e pensarás em mim. Quando eu me for por uma semana... Ansiosa aguardarás a minha volta. Quando eu me for por um mês... Sentirás uma imensa saudade. Quando eu me for por um ano... A angústia e a saudade te farão sofrer. E quando eu me for para sempre... Quando eu não mais sorrir, Quando não mais tiveres o meu coração, Quando não mais tiveres o meu carinho, Quando não mais tiveres o meu amor, Quando não mais tiveres a minha presença... Parecerás morrer, parecerás indiferente, vazia, sem mais nada querer, mas lembra-te do meu amor de amiga, alimentado por recordações, essas eu sei, são boas ajudar-te-ao a sofrer menos. Podes lembrar de mim sorrindo ou até mesmo com lágrimas nos olhos... Olha o mar e lembra-te que um dia sorrimos e partilhamos as nossas histórias e sonhos em frente a ele... Quando estiveres só lembra-te, eu também nunca gostei da solidão... Sozinha poderás ter o mais belos dos encontros, o encontro contigo mesma. Ao ouvir as nossas músicas, lembra-te, que nada poderás fazer para que deixem de ser nossas... E quando tiveres uma flor nas mãos, lembra-te que te ADOREI; e não a destruas. Assim terás em tudo, a minha presença e sofrerás menos... Então esquecida serei para ti apenas tristezas momentâneas, uma recordação quase cega, uma chama quase apagada. Eu serei dia, serei noite, eu serei sempre um pouco de tudo ou o tudo do nada... ... Eu serei o vento que passou, apenas alguém que te adorou (A ti minha linda amiga OCEANO*)

segunda-feira, 2 de fevereiro de 2009

Nós...

AQUÁRIO ( Tisse) O Amado. Optimista e honesto. Doce personalidade. Muito independente. Inventivo e inteligente. Amigável e leal. Pode parecer não emotivo. Pode ser um pouco rebelde. Muito teimoso, mas original e sem igual. Atraente no lado de dentro e fora. Personalidade excêntrica. GÉMEOS (Niki) O Tagarela. Inteligente e engenhoso. Parece estar sempre de saída, muito falador. Vivo, enérgico. Adaptável mas com necessidade de se expressar. Argumentativo e franco. Gosta de mudança. Versátil. Ocupado, mas às vezes nervoso e tenso. Fofoqueiro. Pode parecer superficial ou incoerente. Só e sujeito a mudança. Bonito fisicamente e mentalmente.

domingo, 1 de fevereiro de 2009

À nossa maneira

Este ano vai ser.... À NOSSA MANEIRAAAAAAAAAAAAAAAA =)

sábado, 31 de janeiro de 2009

Morenaças....

Sorridentes, extrovertidas, sinceras, parvalhonas, amaveis, simpaticas, gozonas, lindas, jeitosas, sensiveis, compreensiveis, amigas... assim nós o somos e muito mais! Porque são noites como estas que ao recordar nos farão erguer um grande sorriso e um aperto no coracão de saudade... Vos gosto muitao babes* Niki

domingo, 25 de janeiro de 2009

Dificil de lembrar mas impossivel de esquecer...

2 Aninhos...

Ahahah 2 aninhos ja ca cantam... parece q foi ontem, acordar cedo para ir as aulas, o sacrificio nos dias chuvosos, o stress o nervosismo dos exames...fogo o tempo voa mesmo! E verdade seja dita q já não sei viver sem o meu Bolinhaaaas =P Beijo* NIki

Companheiros...

Companheiros de viagem sempre perfeitos, ouvem segredos e não enjoam.. não nos perguntam quando está na hora de chegar nem nos criticam... Aturam duas pestinhas durantes horas interminaveis de momentos inesqueciveis... Sempre Companheiros... ahahah Adoro-te minha pestinha =) Tisse***

Caixinha de Surpresas

A vida é uma caixinha de surpresas, nela duas pessoas se encontram e nunca é por mero acaso. Quando alguém é colocado no nosso caminho é para que em conjunto possamos descobrir novas emoções ou, quem sabe, redescobrir algumas há muito esquecidas ou arrumadas! Por vez começa por existir uma energia que nos conduz à descoberta do outro, para que consigamos despertar para sentimentos como amizade, respeito,carinho e até de amor... Um amor sólido construído pedra a pedra. Tudo parece caminhar nesse sentido, há uma descoberta, há um encontro, há um toque uma troca de olhares....e o caminho inicia-se... Mas como na vida nada é certo ou definitivo quando pensamos estar a começar a caminhar em conjunto, algo quase inexplicável abala toda a construção de horas, dias , meses ou até anos de afecto, de amizade e de carinho... Quando pensávamos sair a sorrir de uma porta que se abriu, uma lágrima atrevida cai no rosto... Só que a vida é uma caixinha de surpresas, há que acreditar que essa pessoa não entrou na nossa vida por acaso e recomeçar tudo de novo, sem mágoas ou receios. Voltar a acreditar que tudo é possível... Construír algo sólido e resistente! Perceber a razão de termos conhecido essa pessoa e, de termos trocado com ela afectos e carinhos. Um beijo Niki*

quinta-feira, 22 de janeiro de 2009

Relembrar é sempre bom.... Grandes recordações, bons momentos, eternos amigos! Niki* Beijo

segunda-feira, 19 de janeiro de 2009

Tenho guardado na memória e no coração: Cada olhar brilhante que trocámos... Cada sorriso feliz que sorrimos... Cada abraço dado, cada entrelaçamento das nossas mãos... Cada mensagem enviada... Cada palavra dita... Cada lágrima de alegria chorada,cada música ouvida, cada conversa que tivemos dentro da amizade, cumplicidade e afinidade... Seria uma emoção de invadir o coração saber que tu guardas sempre na memória: Que eu te amei, amo-te e amar-te-ei... Pois não há distância que afaste um grande amor, nem tempo que faça esquecê-lo, nem barreiras que não sejam vencidas por Deus... Mesmo que hoje não consigas ver que és especial... Tu és muito especial pra mim!!! Um beijo eterno de saudade... Niki*

domingo, 18 de janeiro de 2009

Taj mahal muda-te...

"Bem que eu me mudava de muito boa vontade..." Niki* beijo

quarta-feira, 14 de janeiro de 2009

Miragem?

(lagoa azul foto de Patrícia Silva)
"...um oásis de afecto se desenha no horizonte. É claro que o oásis pode ser uma miragem, mas isso só saberemos quando lá chegarmos."

Marcas...

Nós estamos condicionados a pensar que as nossas vidas giram em torno apenas de grandes momentos. Todavia, os grandes momentos frequentemente nos apanham desprevenidos, e ficam maravilhosamente guardados em recantos que os outros podem considerar sem importância. E da mesma forma ocorrem outros momentos... As pessoas podem não lembrar exactamente aquilo que tu fizes-te, ou ate mesmo todas as palavras que disses-te, mas vão lembrar-se sempre de como as fizes-te sentir... "NÃO ESQUECER DESTE PEQUENO GRANDE FACTO VERIDICO" Beijoooo Niki*

domingo, 11 de janeiro de 2009

“O nosso destino é modificado pelos nossos pensamentos,somos o que desejamos quando os nossos habituais pensamentos correspondem aos nossos desejos..." Vamos pensar... ano novo vida nova, o nosso desejo é mudar tudo aquilo que nos atormenta para melhor... 2009 SERÁ À NOSSA MANEIRA...Beijo* Niki!

quarta-feira, 7 de janeiro de 2009

Esperança

É preciso a certeza de que tudo vai mudar... É necessário abrir os olhos e perceber que as coisas boas estão dentro de nós: Onde os sentimentos não precisam de motivos nem os desejos de razão. O importante é aproveitar o momento e aprender sua duração... Pois a vida está nos olhos de quem sabe ver ... Se não houve frutos... Valeu a beleza das flores. Se não houve flores... Valeu a sombra das folhas. Se não houve folhas... Valeu a intenção da semente!

wegue wegue wegue....

Um pouco de tudo....

Ano Novo Vida Nova... Desejo que o teu ano seja o teu ponto de chegada e o teu ponto de partida! - Desejo que alcances as tuas metas, os teus sonhos, os teus projectos, e desejo que nunca deixes de os ter, sendo assim o teu ponto de partida para sonhares mais alto, para seres mais feliz... Desejo poder estar sempre ao teu lado para poder partilhar as tuas alegrias, medos, inseguranças, tristezas... Adoro-te fofuxa**** *\Tisse/*