sexta-feira, 17 de abril de 2009

As amizades verdadeiras nunca se perdem....

Em amizades fortes, capazes de durar a vida toda, existem coisas importantes, outras que temos de deixar para trás das costas. Existe o respeito pelo espaço da outra parte e a compreensão pelas mudanças que surgem ao longo da vida…

À uns tempos atrás, lembro-me de te achar distante, já não ligavas, já não mostravas a tua alegria no reencontro. Disseste-me qualquer coisa como “ ando a precisar do meu espaço, não me apetece procurar as pessoas”. Pensei, conheço este sentimento, vou respeita-lo, não vou exigir que ela seja a mesma porque não tem forças, porque não lhe apetece ou pura e simplesmente porque mudou! Vou respeitar.

Não desisti na altura, nem vou desistir nunca. Tentei deixar-te sozinha contigo mesma para que te reencontrasses e rejuvenescesses. Mas a necessidade de estar sozinha transferiu-se para mim mesma e neste momento preciso do meu silêncio, como se apreciasse mais o silêncio das minhas quatro paredes do que a azáfama das ruas, as risotas, o fumo condensado dos bares e os rostos do dia-a-dia. Esta é a minha grande mudança, não vou esconder, não gosto dela e espero que seja uma fase, mas a realidade é que, em vez de recarregar as minhas forças e os meus sorrisos no centro do barulho, ruas, cafés e gentes, estou a usufruir do meu canto, do som relaxante das ondas do mar que ecoam entre as paredes escuras do meu quarto encontrando-me com a minha alma no meio deste silêncio.

 Se dizes que mudei por isto, sim mudei, não creio que isto tenha mudado a minha essência nem a minha forma de ver o mundo, apenas a minha forma de o viver, temporariamente. Se pensas também, que isto mudou algum sentimento da nossa amizade, não, não mudou, nem um pouco. Como já disse penso que seja apenas uma fase que eu esperei que compreendesses e soubesses esperar por mim.

 Já tomaste as tuas decisões, segues em frente, destemida e convicta, nunca poderei lutar contra isso, mas posso dizer-te, talvez pela primeira e talvez pela ultima vez que todos os sentimentos continuam intactos e presentes, agora e para sempre. Nunca combaterei contra isso e nunca seguirei em frente de costas voltadas.

 Mas a vida muda, a minha mudou, deixei de estar sozinha, o meu coração encontrou alguém que ama e que o faz feliz. Essa pessoa inevitavelmente tornou-se a prioridade, não que a amizade seja menos importante, muito menos que tenha ficado para trás, mas agora o meu coração encontrou o seu caminho e será a outra pessoa que vai partilhar com ele cada minuto da sua vida. Correndo riscos, está certo, mas esse é o segredo do amor, quando ele surge torna-se o mais importante. Para mim, tudo isto é normal e se fosse ao contrario não tenho a mínima duvida que eu compreenderia isso sem julgar, não vou dizer sem dor, porque dói sempre vermos o caminho a mudar, as pessoas que amamos a tomar decisões que as afastam de nós, mas isso faz parte de vida e tu sabes que já passei por essa dor com o exemplo da amiga V. . Mas tive de a deixar seguir o coração, tomar as suas próprias decisões, concordando ou não com elas, mas nunca, em momento algum eu desisti da amizade dela, porque nós somos mais fortes e como sabes esta amizade resistiu a tudo, obvio que não mantenho a mesma intimidade, mas não posso exigir mais, desde que ela esteja lá, nem que seja de vez em quando é o que importa. É assim que eu penso e é assim que esperei que pensasses.

 Também saí magoada e frustrada, mas como nos disse o amigo L. (Ferrão) “não podemos esperar dos outros as mesmas reacções que nós tomaríamos porque cada um tem a sua forma de pensar e de ver as coisas. (O exemplo da amiga V. foi um pouco exagerado porque tu sabes que eu não tenciono fazer a mesma vida que ela.)

 Magoava-me também que mesmo fazendo um esforço para manter as coisas equilibradas era acusada de ter mudado, de estar diferente e inevitavelmente tu não facilitavas as coisas com estes comentários.

 Se mudei? É claro que mudei. Se mudaste? Sim, tu também mudaste. Se me ouviste alguma vez atirar-te isto a cara? Não. E porque? Porque toda a gente muda, todos nós evoluímos, todos nós crescemos, todos nós mudamos de vida, não é por isso que mudamos a nossa essência nem o que sentimos pelas pessoas que nos são mais queridas. Mais concretamente, tu sabes as mudanças porque tens passado ultimamente, tu própria disseste: “Estou mais triste”; “já não sou a mesma M. (Furacão); “antes tinha sempre tanta energia”. E eu acusei-te?! Julguei-te?! Desisti da nossa amizade?! Também não gostei das tuas mudanças, também me magoaram, mas tive de as aceitar, porque é normal, faz parte do rio por onde navegamos, a corrente é mais forte…

 Sei que cometi os meus erros e um deles foi sem duvida afastar-me, deixar de te procurar e também me culpo bastante por não te ter apoiado naqueles tempo que tu sabes. Sei cada erro que cometi e tenho consciência deles, mas também sei o que me levou a faze-los e, no fundo, também acredito que tenhas consciência disso. Como tu dizes, “directa ao assunto”, no futuro com outras amizades, outras situações, outros exemplos. Espero que tires partido dos nossos erros para que situações semelhantes não tornem a acontecer. O que te magoou, cabe-te a ti interpretar à tua maneira. O que me magoou a mim está escrito aqui, mas vou resumir, magoa-me a tua falta de compreensão para  a minha falta de tempo, magoa-me a tua falta de compreensão para as minhas mudanças, as minhas e as da vida! Talvez outras coisas também me tenham magoado mas estas magoam mais.

 Agora despedindo-me de ti, acredito numa solução com duas opções. a primeira é que isto sirva de aprendizagem para ambas e que fortifique a nossa amizade. A segunda é que sendo este o nosso ponto final, como tu pareces querer, que pelo menos tenha servido (e esta é a derradeira solução), que ambas, juntas, ou não, tentemos fugir de erros como este e no futuro pelo menos, já sabemos o que não queremos fazer e o que não queremos que aconteça.

 Agora relembro, de facto estou a precisar do meu canto e do meu silencio mas nunca me passou pela cabeça afastar-te da minha vida… 

*Oceano*

2 comentários:

Taiana disse...

muito massa esse site...
beeijos para todas as amigas de verdade... ^^

marianinha disse...

A amizade é o melhor da vida

beijinhos